O alquimista

NEM TRANSMUTAÇÃO DE METAIS NEM ELIXIR DA LONGA VIDA - A PEDRA FILOSOFAL AO PODER

segunda-feira, fevereiro 12, 2007

CENTRAL STATION (ESTOCOLMO)

Quando veio,

Mostrou-me as mãos vazias,

As mãos como os meus dias,

Tão leves e banais.

E pediu-me

Que lhe levasse o medo,

Eu disse-lhe um segredo:

"NÃO PARTAS NUNCA MAIS"

PEDRO ABRUNHOSA (EU NÃO SEI QUEM TE PERDEU - CD MOMENTO)



3 Comments:

  • At 2:30 da manhã, Anonymous ASPÁSIA said…

    ALGO ME DIZ QUE UM DIA PARTIU PARA AS NÓRDICAS BRUMAS, COM PASSAGEM POR COPENHAGA E ESTOCOLMO...
    MAS FELIZMENTE VOLTOU! NÁO SE DEIXOU ENCANTAR PELAS SEREIAS DESSAS TERRAS (MARES) LONGÍNQUAS...
    E AGORA QUE BOM! NÃO VEIO DE MÃOS VAZIAS E ESTÁ AÍ PARA NOS MOSTRAR ESTAS BELEZAS DO NORTE NADA BANAIS...

    BEIJINHO DE CHEGADA
    :)

     
  • At 10:01 da manhã, Anonymous Paula e Rui Lima said…

    Olá!

    Se gostas de cinema vem visitar-nos em

    www.paixoesedesejos.blogspot.com

    todos os dias falamos de um filme diferente
    Paula e Rui Lima

     
  • At 11:41 da manhã, Blogger MJ said…

    Bom dia, doce Alquimista:

    :-)))))))))))))) Deixaste-me a trauterar esta melodia. Tão linda!

    És um querido! Muito obrigada.

    Vou pôr o CD que já não oiço há tanto tempo :-)))

    Beijo cheio

     

Enviar um comentário

<< Home