O alquimista

NEM TRANSMUTAÇÃO DE METAIS NEM ELIXIR DA LONGA VIDA - A PEDRA FILOSOFAL AO PODER

terça-feira, julho 31, 2007

QUE CENA ...















Aos poucos eles vão desaparecendo. Os nossos ídolos da adolescência.

Ontem foi BERGMAN, hoje ANTONIONI. "Cenas de um Casamento" e "Blow Up" foram os primeiros filmes que vi de um e de outro, respectivamente. Ali, no Cinema Estúdio ao Marquês de Pombal... Sim, nem sempre, mas também se ía ao cinema para ver o filme...

Nesses idos anos setenta, as suas figuras seriam mais ou menos estas que as fotos reproduzem. Para mim, serão sempre estes o Ingmar e o Michelangelo.

O ano passado passei por Uppsala, cidade a cerca de 60 km de Estocolmo onde Bergman nasceu.

Um sueco e um italiano, duas nacionalidades diferentes para o mesmo génio.

E o pior é que vai seguir-se a mesma cena em próximos capítulos. Mas nós, os que cá estivermos, continuaremos a vê-los e a bater-lhes palmas. DE PÉ !

2 Comments:

  • At 5:50 da tarde, Blogger MJ said…

    Doce Alquimista :-)

    Muito bem!
    Parabéns por esta tua homenagem a estes dois "grandes" da sétima arte.
    Um aplauso meu... De pé!

    Beijo cinematográfico

     
  • At 1:36 da manhã, Blogger Aspásia said…

    DOIS NOMES GRANDES E DA MESMA ARTE...

    EMBORA DE PAISES E DIFERENTES MODOS DE OLHAR ATRAVES DA CÂMARA...

    NO MESMO DIA VIRAM ESCRITA A PALAVRA "FIM" NO FILME DAS SUAS VIDAS.

    PARABÉNS A AMBOS E A TI QUE AQUI OS "REPUSESTE" !

    BEIJO CINÉFILO

     

Enviar um comentário

<< Home