O alquimista

NEM TRANSMUTAÇÃO DE METAIS NEM ELIXIR DA LONGA VIDA - A PEDRA FILOSOFAL AO PODER

quinta-feira, abril 05, 2007


MEMÓRIAS DE CROCODILO


CAPÍTULO 11


Defronte do jardim da Praça Rainha D. Amélia existe ainda hoje a Irmandade de S.Crispim e S.Crispiniano em cuja capela ajudei muitas vezes à missa o senhor Reitor, que assim gostava que o chamassem, o padre Matos. Eram aqueles santos, estrategicamente colocados ao lado e acima do altar-mor, ao que apurei depois (que dos santos queremos nós saber primeiro o que podem fazer por nós e só mais tarde o que vamos fazer com eles) oragos dos sapateiros.


Esta incumbência divina (que oráculo de onde o termo provem, se não lhe quisermos chamar padroeiro, era a resposta de Deus a quem o consultava) de proteger aqueles que tinham por missão aconchegar-nos as bases, tem por base uma lenda que nos relata andarem aqueles dois irmãos na noite de vinte e quatro de Dezembro à procura de um lugar onde dormir sem que ninguém lhes desse abrigo quando os acolheu uma viúva que vivia miseravelmente com o seu filho. Contentes, os dois irmãos, que eram sapateiros, pediram a Deus que recompensasse aquela generosa viúva. Crispim, vendo a um canto da sala um par de socos velhos pertença do rapazinho fez deles um par novo e colocou-os à beira da pedra da lareira, enquanto a viúva e o filho dormiam. Quando estes acordaram repararam que os dois hóspedes tinham desaparecido e que na lareira estava um par de socos novos cheios de moedas de ouro.


Qual o interesse desta lenda para o desenrolar da história, estará neste momento a perguntar o leitor mais exigente ou o mais apressado, por pretender, o primeiro, aquilatar dos méritos ou dos deméritos do autor ao abraçar obra de tamanho vulto, ou o segundo, para chegar célere ao fim da mesma a tempo de a desaconselhar aos amigos no próximo fim de semana?
Tão somente natural curiosidade que convosco quis partilhar, e se esta justificação não acham convincente sempre vos lembrarei que não só de radiações infravermelhas, de brilho e de cor é feita a luz, mas outrossim de discussão e perspicácia.

Por baixo da capela existia um salão onde, por altura da Páscoa e do Natal se representavam peças de teatro daquelas a puxar ao sentimento ou à gargalhada desabrida, e em que eu, não sei se pela minha convivência com as gentes do teatro se por presunção de um talento que nunca viria a ser reconhecido, (não o tinha, sei-o eu agora) por várias vezes cheirei o pó do palco.


Recordo-me que o meu primeiro papel, teria eu os meus sete ou oito anos, foi o de Espírito Mau (assim mesmo, nem Espírito Santo nem Lobo Mau) e passei toda a peça, num só acto, acocorado debaixo de uma mesa de pé de galo, coberta por uma toalha branca até ao chão à espera do momento em que o bruxo, interpretado pelo Sr. Sidónio, libertava o espírito ruim do corpo do paciente. A minha deixa era um pontapé dado pelo velho Sidónio por baixo da mesa, lembrando-me ser a altura de entrar em acção. Esbaforido, atravessava o palco de um lado ao outro aos saltos até sair pela porta da direita baixa.

Aqueles cinco segundos de representação valiam bem, nessa altura, a hora e meia de paciente espera em posição fetal debaixo de uma mesa de três pés.


(Continua)
...........................................................................................................

RESPOSTA 10 : António Pedro

PERGUNTA 11: A porta que se vê na foto do meio dava entrada para onde ?

7 Comments:

  • At 9:30 da tarde, Blogger MJ said…

    Doce Alquimista :-)

    Hoje estou tão triste, tão "em baixo" que só uma história tua me faria sorrir :-) ao imaginar o teu momento de glória em cima de um palco :-)

    Beijo desconsolado*

     
  • At 1:43 da manhã, Blogger Aspásia said…

    OLA ALQUI...

    GOSTEI BASTANTE DE COHECER O SAO CRISPIM E O CRISPINIANO... JA TINHA OUVIDO FALAR DO S.CRISPIM NUM MUSICAL ESPANHOL "EL DILUVIO QUE VIENE", MAS AI O SANTO FAZIA CHOVER DEPOIS DE UMA GRANDE SECA.

    TB FOLGO MUITO COM A SUAAPETENCIA PELO TEATRO AINDA Q COMO AMADOR EXPERIMENTAL... MEU TIO ERA UM HOMEM DE TEATRO, CENOGRAFO-PINTOR E MEU PAI ESCREVEU UMA OU 2 COISAS... UMA DELAS É A QUE ESTOU A POR LÁ NO QUINTAL.

    COMO AQUI TB É CASA DE TODOS NÓS, APROVEITO PARA DIZER A MJ QUE DEITE PRE TRÁS DAS COSTAS OS PIADOS DE CERTAS AVES... QUE NUNS NINHOS SÓ DIZEM BEM E NOUTROS QDO ABREM O BICO É SÓ PARA ESCÁRNIO E MALDIZER... NÃO DIGO Q SEJA POR MALEVOLENCIA, MAS HÁ UMA EMBIRRAÇÃO, UMA INVEJA LATENTE... DE QUEM, POR SINAL NO PROPRIO BLOG SÓ FAZ COPY PASTE E NOS BLOGS ALHEIOS ONDE SE VÊ TRABALHO DOS PROPRIOS AUTORES, VAI LA SÓ DESMERECE-LOS OU ENTÃO METER-SE EM CONVERSAS Q NAO LHE DIZEM RESPEITO.

    Ó ALQUI DESCULPE LA ISTO AQUI... AGORA JA Q AQUI ESTAVA SAIU-ME...

    QTO À PORTA... SERIA PARA UMA SAPATARIA ? ;))

    BEIJINHOS Nº41 (VERDADE!)

     
  • At 11:47 da manhã, Blogger alquimista said…

    Bom dia Aspásia:

    Não tem nada que pedir desculpa. Aliás, estou totalmente de acordo com as observações que faz.

    Bj

     
  • At 12:12 da tarde, Blogger MJ said…

    Bom dia, Aspásia :-)

    A tristeza que eu referi no comment que aqui fiz, nada tem a ver com o que se passou no Murcon.

    Feliz ou infelizmente, as (pre)ocupações que tenho tido inerentes ao Profecto que "abracei", só me deixam tempo para pensar no que é realmente importante.

    Valorizo as pessoas pela riqueza de valores humanos que possuem. Como não conheço pessoalmente essa comentadora e o pouco que dela tenho "descoberto" aqui na net revela uma tão grande carência de valores (e não so!),para mim, ela vale zero... logo, não existe.

    Quem não existe não me incomoda, não me afecta.

    Pena que incomode os outros, nomeadamente quem vai ao Murcon que, apesar de ser um cantinho de livre entrada, "apanha", não raramente, com a sua acutilante e inoportuna "censura".

    (Alquimista, desculpa esta resposta dada na tua "casa" mas como a minha está fechada... )

    Um beijo aos dois*

     
  • At 12:56 da tarde, Blogger alquimista said…

    Olá João:

    Ora bem. Isto assim é que está ficar bom:)))

    Que se cuidem os Fóruns matinais da TSF :)

    Espero que essas nuvens cinzentas estejam a passar!

    Beijo colorido

     
  • At 7:47 da tarde, Blogger Aspásia said…

    OLA ALQUI

    PASSO P DEIXAR ESTE LINK C A BIOGRAFIA DO MEU TIO MÁRIO NASCIMENTO, IRMÃO DO MEU PAI, TALVEZ UQEIRA DAR UMA VISTA DE OLHOS...

    DE QQ MODO OS LINKS PARA AS BIOGRAFIAS Q PUS NA WIKIPEDIA, ESTAO EM TODOS OS MEUS BLOGS NA BARRA LATEARL.

    MJ FUI LA A CASA, PATROA, DEIXAR UMA ENCOMENDA...

    BEIJINHOS PASCOAIS...

     
  • At 10:20 da tarde, Blogger MJ said…

    Ex ex-criada :-)

    Também lá deixei uma "amêndoa".

    Já que tem a fama de ser uma "sociedade/confraria secreta", tiremos o proveito! Que seja mesmo :-))

    Beijo pascal

     

Enviar um comentário

<< Home