O alquimista

NEM TRANSMUTAÇÃO DE METAIS NEM ELIXIR DA LONGA VIDA - A PEDRA FILOSOFAL AO PODER

quinta-feira, março 01, 2007

Marionete

"No ano dos meus noventa anos quis oferecer a mim mesmo uma noite de amor louco com uma adolescente virgem. Lembrei-me de Rosa Cabarcas, a dona de uma casa clandestina que costumava avisar os seus bons clientes quando tinha uma novidade disponível. Nunca sucumbi a essa nem a nenhuma das suas muitas tentações obscenas, mas ela não acreditava na pureza dos meus princípios. A moral também é uma questão de tempo, dizia com um sorriso maligno, tu verás."

GABRIEL GARCÍA MARQUEZ, Memória das minhas putas tristes

7 Comments:

  • At 10:53 da manhã, Anonymous Paula e Rui Lima said…

    Olá!

    Se gostas de cinema vem visitar-nos em

    www.paixoesedesejos.blogspot.com

    todos os dias falamos de um filme diferente

    Paula e Rui Lima

     
  • At 12:40 da tarde, Blogger Maria Velho said…

    Livro fantástico!!! Prova de que todos somos capazes de Amar e precisamos de Amar.
    A foto é extramente "gráfica"!!È o Grande Alquimista que as tira???

    Bejinhos

     
  • At 12:53 da tarde, Blogger alquimista said…

    Maria Velho:

    Sim, as fotos que aqui coloco são minhas.

    Ou seja, eram, porque depois passam a ser de todos:)

    Bjinhos

     
  • At 6:31 da tarde, Blogger MJ said…

    Doce Alquimista:

    "A moral também é uma questão de tempo, dizia com um sorriso maligno, tu verás."

    É verdade... os (pre)conceitos morais mudam com o tempo.

    Em relação a alguns é péssimo que isso aconteça. Há valores morais que deveriam ser imutáveis.

    Em relação a outros, é óptimo que se opere essa mudança. Bom seria que todos a entendessem :-))

    Um beijo amoralista*

     
  • At 8:24 da tarde, Blogger Teresa David said…

    Também li o livro, e como todos do Garcia Marquez, foram momentos de prazer.
    Acho que tenho andado a cometer um equivoco, pois há um alquimista que me visita no meu blog, que pensava ser você, e até lhe deixei um comentário para seria dirigido a si, que ele não deve ter percebido nada!
    É o que faz haverem demasiados Alquimistas neste e noutros Mundos!
    Bjs
    TD

     
  • At 9:39 da tarde, Blogger alquimista said…

    Maria João:

    Foi essa, exactamente, a minha intenção ao colocar aqui este excerto do livro; até que ponto a moral é uma questão de tempo...

    Bom ... é que eu já estive mais longe dos 90 anos :)))

    Beijo intemporal

     
  • At 9:49 da tarde, Blogger alquimista said…

    Teresa David:

    Seja bem-vinda.

    Efectivamente,no início passei por algumas crises de identidade, que, a custo e sofridamente, consegui ultrapassar :).

    Por acaso, penso ter lido esse comentário e logo vi que teria de ser dirigido a mim :)))

    Embora não esteja preocupado com as audiências (que, como sabe, nunca foram sinónimo de qualidade)será um prazer continuar a tê-la por aqui, igual àquele que usufruo quando visito o seu excelente blog.

    Bjs

     

Enviar um comentário

<< Home